Seminário em Montemor – Testemunho do António Serra

a harmonia presenteCheguei a Montemor-o-Novo (minha terra natal) bem cedinho. Queria ter tempo de “cheirar” os tempos de infância. Depois de um pequeno-almoço no “Café Almansor” dirigi-me para o local de acolhimento do seminário (Convento da Saudação – situado no interior do Castelo). A manhã estava agradável e a expectativa era grande. Entretanto mais gente chegava e à nossa espera estava uma Sónia sorridente e bem-disposta para nos “acolher”. Já no interior estavam alguns colegas que já tinham pernoitado no convento. Encontravam-se em “amena cavaqueira” enquanto tomavam o pequeno-almoço num dos claustros do convento.

pequeno almoço no claustro

Tomámos conhecimento dos nossos aposentos e equipámo-nos para o início do Seminário. Juntos caminhámos para o jardim do castelo onde o Mestre Xuan Wu iria iniciar um fim de semana inesquecível.

Preparámos o nosso corpo e a nossa mente através de uma longa sequência de Chi Kung “guiada” pelo Mestre. A pouco e pouco ia sentindo o meu corpo e mente a “flutuar”. Quando iniciámos a prática de Tai Chi já todo o meu ser “respirava” tranquilidade e a energia espalhava-se por todo o meu corpo. O Mestre partilhou connosco a “forma de 18″ que já tinha ensinado em Tomar. Para mim e para alguns outros foi a primeira e agradável novidade. A manhã continuou com a prática de outras formas em sintonia com o espaço circundante cheio de árvores, chilreios de pássaros e ar puro.

Chegada a hora do almoço iniciou-se a fase da entreajuda. Uns punham os pratos, talheres e copos, outros ajudavam a trazer a comida que se tinha ido buscar “cá abaixo” a Montemor. A harmonia era visível em cada rosto, em cada palavra e em cada gesto. Não precisámos sequer de “abençoar” a comida porque ela já o estava por natureza. Sem “pressas” fomos saboreando a comida e trocando impressões entre os que estavam mais perto de nós. Da mesma forma que funcionou o “pôr a mesa” assim funcionou o levantar. Depois cada um foi para o saborear o “descanso” à sua maneira. A tarde prometia…

O calor alentejano entretanto tinha “apertado” pelo que o Mestre optou por realizar a prática da tarde na(s) sala(s) do convento (bem mais “fresquinhas”…).

O jantar tinha sido combinado no “Burrabolha” na Torre da Gadanha. Após a prática da tarde fui tomar um duche que me “soube que nem ginjas”. Combinámos quais os carros que iriam e partimos para um jantar à “beira-campo” numa esplanada bem apetecível. O olhar “espraiava-se” pelos campos fora cheios de oliveiras e sobreiros. Um vento bem-vindo acariciava-nos a pele e tornava o calor “prazenteiro”… O jantar decorreu com boa disposição entre os presentes. A noite iria ser de “anjos”… e foi…

No domingo acordei cedinho para ter oportunidade de “revisitar” o castelo antes do recomeço do seminário. Um pequeno-almoço nos claustros e parti “à descoberta”. Aproveitei e levei a máquina fotográfica. Fui tirando algumas fotos “para mais tarde recordar”.

Passeio no castelo

Voltei e encontrei o Mestre bem disposto e preparado para mais uma sessão. Sessão em que, para além de “rever” a matéria (com as explicações pormenorizadas de quem sabe e quer partilhar) nos foi apresentada um pequeno trecho de uma forma que o Mestre criou a partir de movimentos ancestrais de Chi Kung (o resto ficará para mais tarde…). O dia foi decorrendo e, não tendo ainda terminado, já me deixava saudades. Notava-se que o verdadeiro “espírito do Tai Chi” estava presente no sentir de cada um dos presentes.

No final houve a entrega de “certificados” e as fotos da “praxe”. A sensação que fiquei foi que “o tempo voou”. Mas era tempo de regressar. Foram as despedidas e um “até sempre”…

Ainda hoje revejo todos aqueles momentos únicos…

Quero deixar o meu abraço a todos os que estiveram presentes. Um bem-haja a todos os que participaram na organização deste evento da “Caminho Natural” (Sónia, Maria e Susana… para além de outros). E um muito obrigado ao Mestre Xuan Wu e dizer-lhe que este foi o melhor Seminário que alguma vez efetuei (e posso confidenciar que já foram alguns).

seminario Tai Chi chi Kung 2012

Sobre Caminho Natural

Associação para a divulgação do Tai Chi e do Chi Kung do Mestre Xuan Wu.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s